Low Carb

Low Carb significado

low carb o que é

Do inglês, “Low-Carb” significa baixo carboidrato. Não se trata propriamente de uma dieta, como ficou popularmente conhecida com as Dietas Atkins e Dukan, mas sim de um novo comportamento nutricional que vem sendo assimilado e estudado desde a década de 60 com o objetivo de combater a obesidade e favorecer um estilo de vida mais saudável.

Low Carb O que é?

Com quase 50 anos de pesquisas, as dietas de baixo carboidrato ainda dividem opiniões de especialistas, mas seus resultados benéficos são inegáveis quando praticadas de maneira correta em longo prazo.
Se você está tendo o primeiro contato com o conceito de Dieta Low-Carb agora, e pretende adotar esse novo estilo de vida, meu conselho é: informe-se! Leia bastante e veja opiniões de especialistas, entenda melhor o processo químico que ocorre no organismo com a falta dos carboidratos e só depois tome a decisão de maneira consciente. Nascemos numa sociedade que nos ensinou e nos estimulou desde a tenra infância ao consumo abundante desse nutriente, e abandoná-lo não é tarefa fácil.

Low Carb paleo

Quando falo que se trata de um novo estilo de vida não o digo com exageros, porque um dos primeiros impactos que sofrerá, será em sua vida social. Sabe aquela cervejinha, a pizza e o refrigerante do final de semana com os amigos? Acabou! E a pipoquinha do cinema? Nem pensar. O bolinho de fubá na casa da vovó e os docinhos da mamãe também não farão mais parte da sua vida. Ser Low-Carb é antes de tudo compreender o mal que esses alimentos fazem a nossa saúde, e abster-se deles implica em muita força de vontade. É como libertar-se de um vício, assim como um alcoólatra quando tenta parar de beber, mas com um agravante. Enquanto o alcoólatra tem o apoio dos amigos e da família, por reconhecer o álcool como droga, ao tentar libertar-se dos carboidratos você provavelmente ouvirá o contrario. Pensarão que é loucura, que você vai ficar fraco e doente, e tentarão de todas as maneiras te convencerem que é errado, e que o correto é uma dieta com restrições de calorias. Afinal de contas, é o que “todo mundo diz”, então saiba que adotar um estilo de vida Low-Carb é literalmente remar contra a maré.

low carb

Low Carb Brasil

Mas saiba que não estamos sós, a comunidade Low Carb cresce a cada dia, pesquisas científicas que reiteram os benefícios desse comportamento alimentar pipocam pelo mundo todos os dias, e governos como o da Suécia já promovem e incentivam essa alimentação. Quebrar paradigmas nunca foi fácil, ainda mais se tratando de ciência e nutrição.

Se você está decidido a encarar esta mudança de hábitos ou ficou ainda mais curioso, conheça agora os 6 princípios básicos dessa revolução alimentar.

1 – Em primeiríssimo lugar, desconstrua por completo o conceito de calorias. Saber quantas calorias tem em cada alimento não te ajudará a emagrecer. Isso porque o total de calorias é calculado com a soma de carboidratos, gorduras e proteínas. A maioria dos produtos light e Diet têm a quantidade de gordura reduzida, mas o mesmo não acontece com a quantidade de carboidratos. Fique atento a tabela nutricional dos alimentos.

2 – Gordura não engorda. O que produz obesidade é o hiperinsulinismo (aumento da produção de insulina no sangue), que é ativado toda vez que comemos alimentos ricos em carboidratos. Na falta desse nutriente nosso corpo entra em Cetose, processo químico que transforma gorduras e proteínas em glicose, que é a fonte de energia que precisamos para viver.

3 – Mantenha seu consumo diário de carboidratos entre 0 e 60 gramas por dia, priorizando a ingestão deles em forma de frutas, que são ricas em vitaminas e sais minerais. Mas existem regras para consumir frutas, e nem todas estão liberadas. Em breve dedicarei um artigo exclusivo sobre elas. Caso queira perder peso mais rápido e queira manter seu nível diário de carboidratos zerado, é importante consumir algum tipo de polivitamínico.

4 – Beba muita água. Uma dieta rica em proteínas Low Carb favorece a diurese, por isso se perde tanto peso nas primeiras semanas, o corpo literalmente desincha, pois o consumo elevado de carboidratos favorece a retenção de líquidos, além do que, o processo cetogênico libera toxinas que precisam ser eliminadas.

5 – Não desanime nas primeiras semanas. O início do processo cetogênico pode trazer alguns sintomas desagradáveis que devem ser encarados como um processo de abstinência. Seu organismo estará em transição energética, trocando a fonte primária de glicose vinda dos carboidratos para a secundária, que são as gorduras e proteínas. Nesse processo você poderá sentir tonturas, desânimo e cansaço, além de muita fome. Mas não confunda isso com fraqueza, você não irá desmaiar, é seu corpo reagindo a falta de algo que passou a vida inteira acostumado a ter em abundância. Não passe fome, isso é fundamental! Coma sempre que tiver vontade (apenas os alimentos permitidos), seu corpo precisa entender que não está faltando comida para aceitar o processo cetogênico de maneira natural. A fome diminui significativamente a partir do terceiro dia, e em até 2 semanas já consegue atingir o equilíbrio.

6 – Exercícios físicos não são essenciais para o processo de emagrecimento, mas a musculação moderada é aconselhável para não perder musculatura a longo prazo, já que são eles os responsáveis por manter o metabolismo em bons níveis, além de dar um contorno estético melhor ao corpo.

Seguindo essas dicas já da pra iniciar o processo com segurança, mas como eu disse, informação é fundamental. Pesquise receitas Low-Carbs diferentes, principalmente para os lanches e sobremesas, pois no início a vontade de comer doce é quase incontrolável.

Observação: Portadores do diabetes, hipoglicemia e patologias dos rins e fígado devem consultar o médico antes de iniciar essa mudança por conta própria. O estilo de vida Low-Carb não causa danos a saúde de pessoas saudáveis, mas com a pré-existência de alguma dessas doenças, a dieta poderá potencializá-las.

Publicado em Dietas Marcado com: , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*